Publicidade:

Seguro Fiança – Entenda como funciona!

Atualizado em 15 abril, 2020

Se você já morou ou mora de aluguel, já deve ter se deparado na necessidade, de oferecer a quem está alugando o imóvel alguma garantia, trata-se de um seguro fiança.

Essa garantia é importante tanto ao inquilino quanto ao proprietário.

Pois, é uma segurança frente a qualquer problema ou imprevisto, algum sinistro ou até mesmo um caso de perda de renda (desemprego).

Mesmo com esses problemas, ainda sim os compromissos precisam ser honrados, e visando esses e demais “surpresas” existe o seguro fiança.

Mas você sabe de fato o que é seguro fiança? Preparamos um texto para melhor explicar o seguro fiança, como pode ser adquirido e quais os principais benefícios.

App Caixa Trabalhador – Saiba mais

Funcionamento desse seguro!

O seguro fiança ou conforme também é conhecido, o seguro aluguel trata-se de uma alternativa ao conhecido “fiador”.

Durante o processo de aluguel muitos proprietários sofrem com prejuízos.

Pois, em alguns casos os inquilinos insistem em não cumprir as obrigações e essas despesas acabam sendo herdadas e caindo no colo dos fiadores.

Muitas vezes esses fiadores acabam sendo parentes, amigos entre outras pessoas próximas nas quais acabam entrando em problemas no qual não possuem responsabilidade direta sobre tais fatos.

O proprietário, em último caso, terá de arcar com esse prejuízo, caso o fiador desonre as responsabilidades financeiras.

seguro fiança

Pois, se o inquilino e o fiador não honrarem esse compromisso firmado não haverá mais ninguém a quem recorrer.

Pensando nessa questão a indústria financeira através de estudos e pesquisas apresentam uma solução a essa problemática, trata-se do seguro fiança.

O seguro fiança é uma tentativa de solução a necessidade de se encontrar um fiador.

O principal, caso o inquilino desonre seus compromissos, esses compromissos deixem de cair em forma de prejuízo ao proprietário do imóvel.

Logo então, o “fiador” passa a considerar um serviço e no qual passa ser prestado por instituições financeiras.

Dessa forma, bancos ou até mesmo seguradoras disponíveis nas ofertas do serviço de garantia de obrigações representando os inquilinos, fazendo esse seguro.

Quem se responsabiliza pela contratação do serviço?

Primeiramente, no ato de alugar, o proprietário acaba exigindo alguma garantia seja apresentada pelo inquilino.

Sabendo disso, fica lógico ser adquirido o seguro por quem está querendo alugar o imóvel.

Portanto, seguro fiança pode ser adquirido tanto pela modalidade Pessoa Física ou pela modalidade Pessoa Jurídica.

Porém, tratando a diferença apenas da documentação apresentada, onde em casos de contrato Pessoa Física o exigido trata-se de:

  • RG;
  • CPF;
  • Imposto de renda;
  • Documento comprovando o rendimento.

De outro modo, os casos relacionados à Pessoa Jurídica o necessário trata-se do contrato social, imposto de renda e balancetes dos últimos exercícios.

Mas afinal, como funciona o seguro fiança?

O seguro fiança cobre não somente irregularidades financeiras, mas irregularidades na qual possam ocorrer ao imóvel.

Exemplo, danos causados e complementos como condomínio e IPTU.

O seguro fiança é semelhante ao seguro de um automóvel.

Este seguro está adequado as leis brasileiras, você pode acessar o site do governo federal meu futuro seguro e saber mais!

Você pode contar diversas situações e você pode escolher uma carteira de serviço adequada ao esperado em relação ao inquilino.

Extrato FGTS – Veja como tirar facilmente o seu!

Publicado por Simulador Caixa Fácil

Publicado por um dos redatores oficiais do blog Simulador Caixa Fácil. Temos o objetivo de manter você sempre bem informado, e fazemos isso trazendo conteúdo exclusivo e original!

Conteúdos relacionados à este

Nenhum resultado encontrado

A página que você solicitou não foi encontrada. Tente refinar sua pesquisa, ou use a navegação acima para localizar a postagem.

Deixe um comentário aqui